Cirurgia dtm e fatores que podem exigir esse procedimento

A DTM, conhecida como disfunção temporomandibular é uma alteração na articulação temporomandibular, que pode prejudicar funções básicas como a mastigação e deglutição de alimentos, a fala e outros movimentos que envolvam o maxilar.

Dentre as causas mais comuns associadas a esse quadro clínico estão:

  • Má oclusão: mau fechamento da boca, que provoca uma mordida desconforme, perceptível também ao cerrar os dentes;
  • Formação óssea facial: o crescimento de forma não proporcional dos ossos da face pode provocar complicações nos movimentos do maxilar;
  • Alterações psicológicas: são provocadas por stress e condições emocionais diversas. Podem se manifestar de diferentes formas, como bruxismo. Ao ranger os dentes em situações de stress, ou de forma inconsciente ao dormir, além de ocorrer o desgaste dos dentes é possível verificar outras complicações como dores de cabeça e desconforto na região do maxilar;
  • Infecções: podem ser identificados como quadros de osteomielite, uma infecção que afeta principalmente os ossos, e outros casos mais simples relacionados às condições dentárias que, se não tratados, podem gerar quadros mais severos.

Cirurgia dtm: sinais mais comuns para o quadro clínico

Os sintomas mais comuns diagnosticados para o quadro clínico de disfunção na DTM geralmente estão associados a:

  • Dores: é muito comum sentir dores de cabeça e dores de ouvido. Também é possível sentir desconforto ao bocejar, ou ao abrir muito a boca, e ao mastigar;
  • Sensação de deslocamento do maxilar ao abrir ou fechar a boca, ou um travamento
  • Desconfortos: zumbidos no ouvido, tonturas e vertigens;
  • Problemas musculares associados a flacidez dos músculos da região da mandíbula;
  • Desgaste excessivo dos dentes.

Cirurgia dtm e outros tratamentos

Os procedimentos cirúrgicos nem sempre são as únicas formas de tratamento, de modo que são alternativas que são adotadas somente em casos realmente necessários. Sendo assim, podem ser adotadas outras formas como forma de reduzir dores e incômodos na região maxilar, como:

  • Uso de placas bucais para evitar desgastes dos dentes;
  • Implantes dentários, para reposição ou restauração de dentes;
  • Utilizar aparelhos que corrijam o alinhamento da arcada dentária;
  • Fortalecimento muscular, por meio de fisioterapia e exercícios locais;
  • Medicação como analgésicos, relaxantes musculares e anti-inflamatórios.

Sendo assim, a cirurgia dtm é indicada somente para casos específicos como em casos de fraturas e de anquilose.


Publicações Relacionadas

Regiões onde a Consulta Ideal atende cirurgia dtm:


cirurgia dtm
cirurgia dtm