O que considerar ao realizar a cirurgia do maxilar inferior

A cirurgia do maxilar inferior é mais indicada para quadros que somente o tratamento ortodôntico sozinho não é capaz de dar conta. Assim, para corrigir imperfeições de oclusão, como uma mordida aberta ou torta, por conta do tamanho fora do padrão de mandíbula e maxilar, por exemplo, é adotado intervenções como a cirurgia do maxilar inferior.

A grande dúvida que gira ao redor do tema então é: quando é necessário passar por esse tipo de procedimento? O primeiro ponto a ser considerado é que esta operação deve contar com um profissional especializado em cirurgias bucomaxilofacial, ser realizado sob anestesia geral em um ambiente hospitalar por conta dos riscos atrelados a esta intervenção cirúrgica.

Normalmente, a cirurgia do maxilar inferior é feita internamente, por meio da cavidade oral, de modo que são raras as vezes em que é necessário o corte na superfície do rosto ou região do pescoço.

Além disso, é muito comum o indivíduo que realmente precisa passar pelo processo operacional já estar ciente de que algo está em desconformidade. Sendo assim, casos como problemas na mordida, prognatismo ou retrognatismo, além da formação dos dentes, já dão indícios ao paciente que é necessário a cirurgia do maxilar inferior, antes mesmo do diagnóstico dos especialistas.

Indicações para a realização da cirurgia do maxilar inferior

Além dos problemas funcionais que podem comprometer a comunicação, a alimentação e a respiração do indivíduo, é comum a indicação da cirurgia do maxilar inferior para pessoas que possuem uma falta de harmonia em sua fisionomia, provocados por crescimentos exagerados ou de maneira inadequada, caracterizando a má-formação de ossos que compõem o rosto como mandíbula, maxilar e queixo, por exemplo.

A cirurgia do maxilar inferior pode prevenir outros tipos de problemas, como:

  • Contração da gengiva;
  • Degradação na articulação temporomandibular (ATM);
  • Artrose da articulação temporomandibular (ATM).

Cirurgia do maxilar inferior: a solução de problemas estéticos e funcionais

Existe uma grande variedade de problemas que podem ser resolvidos por meio da cirurgia do maxilar inferior. Além dos problemas que ajuda a resolver citados anteriormente, esse procedimento ainda pode ajudar no tratamento nos casos de apneia, que comprometem o sono do paciente.

Por fim, há o apelo para a questão estética, uma vez que a má-formação prejudica a aparência da pessoa e sua autoestima.


Publicações Relacionadas

Regiões onde a Consulta Ideal atende cirurgia do maxilar inferior:


cirurgia do maxilar inferior
cirurgia do maxilar inferior