Saiba mais sobre cirurgia dentaria gengiva

A cirurgia dentaria gengiva envolve a consulta a um periodontista, ou seja, um especialista em patologia periodontal. Esse tipo de doença é uma infecção provocada por bactérias no tecido da gengiva e na estrutura óssea dos dentes provocando:

  • Inflamações;
  • Vermelhidão na região;
  • Inchaço;
  • Perda óssea ao redor dos dentes.

Cirurgia dentaria gengiva e seus tipos

Existem alguns tipos de cirurgia dentaria gengiva que variam de acordo a sua finalidade. Seja ela para fins estéticos ou de limpeza, esse procedimento auxilia na obtenção de uma boca mais saudável. Sendo assim, os tipos de cirurgia são:

  • Retalho gengival: é um procedimento que consiste na redução das bolsas periodontais quando estas adquirem certa espessura. Dessa forma, é feito um corte no tecido gengival para separá-lo do dente, viabilizando uma limpeza no local, removendo o tártaro, a placa que se encontram abaixo das bolsas;
  • Gengivectomia: este é um procedimento que visa uma melhorar a limpeza dos dentes por meio da remoção do excesso de tecido gengival;
  • Gengivoplastia: este já é um procedimento mais estético, que visa remodelar o tecido gengival ao redor dos dentes melhorando seu aspecto visual.

Após a realização do procedimento cirúrgico, é fundamental que haja a devida orientação para que se faça a higienização do local e outros cuidados que permitam ao paciente manter os resultados obtidos por meio da cirurgia realizada.

Cirurgia dentaria gengiva: cuidados que devem ser adotados após a cirurgia

Ao se realizar tratamentos como a cirurgia dentaria gengiva é comum que o local apresente feridas. Por isso, é necessário tomar as devidas medidas para evitar maiores complicações e dores na região, sendo que, com as devidas precauções, é possível acelerar o seu processo de recuperação. Sendo assim, é recomendável:

  1. Pressionar a região com gaze para estancar o sangramento;
  2. Controlar os medicamentos receitados pelo dentista para aliviar a dor e desconfortos;
  3. Fazer compressas de gelo no rosto ou próximo ao local em que o procedimento foi feito.

Isso ajuda a diminuir o sangramento, reduzir ou evitar o inchaço por meio da contração dos vasos sanguíneos. A recomendação é fazer as compressas nos dois primeiros dias por 30 minutos.


Publicações Relacionadas

Regiões onde a Consulta Ideal atende cirurgia dentaria gengiva:


P