O que saber sobre a cirurgia da mandíbula

A cirurgia da mandíbula, também chamada de cirurgia ortognática, é um procedimento cirúrgico que tem como objetivo corrigir e reposicionar os ossos da mandíbula para melhorar a estética facial ou a mordida (oclusão) da pessoa, acredita-se que cerca de 25 a 30% da população apresenta algum tipo de desarmonia facial ou necessita de algum tratamento.

Trata-se de um procedimento que vai além do aspecto estético, pois a cirurgia da mandíbula não é realizada isoladamente por fazer parte de uma tratamento cirúrgico ortodôntico. A cirurgia de mandíbula pode ser realizada antes mesmo do tratamento ortodôntico.

Quando a cirurgia da mandíbula é indicada

A cirurgia da mandíbula é recomendada para pessoas que apresentem algum tipo de desarmonia facial e vai além de ser um procedimento apenas de caráter estético e ocorre devido ao crescimento inadequado de algum dos ossos da mandíbula. A assimetria da face é decorrente de alguma alteração que ocorre durante a fase de crescimento e se estabiliza na fase adulta, comprometendo a harmonia e beleza do rosto.

Além da questão estética, ocorrem problemas que afetam a saúde e o bem estar do paciente. Assim, a cirurgia da mandíbula tem como função prevenir possíveis problemas como:

  • Retração da gengiva;
  • Desgaste na articulação temporomandibular;
  • Artrose da articulação temporomandibular.

Através da cirurgia da mandíbula uma série de problemas no esqueleto maxilofacial podem ser evitados. É um procedimento cirúrgico realizado também nos casos de pessoas que apresentem apneia obstrutiva do sono quando está associado à deformidade dentofacial. A cirurgia de mandíbula tem obtido resultados positivos e bem satisfatórios hoje em dia.

Em quais situações a cirurgia de mandíbula é contraindicada

Assim como qualquer outro tipo de procedimento cirúrgico, a cirurgia de mandíbula requer que o profissional cheque o quadro clínico do paciente, se possui algum tipo de distúrbio sistêmico que não seja favorável a aplicação de anestesia geral, por exemplo. A cirurgia de mandíbula não é indicada em casos que o paciente não coopere com as recomendações do pós operatório, como por exemplo, restrição alimentar, repouso e medicação controlada ou que apresentem algum tipo de distúrbio neurológico.


Publicações Relacionadas

Regiões onde a Consulta Ideal atende cirurgia da mandíbula:


P